Seguro Multirrisco para Condomínios

O seguro condomínio é obrigatório, devendo cobrir todos os danos que possam atingir a estrutura do prédio, tanto nas áreas e instalações comuns como nas partes privativas, isto é, nas unidades individuais dos proprietários. A contratação deve ser feita por condomínios verticais ou horizontais, de todos os tipos: residenciais, comerciais, mistos, de escritórios e/ou consultórios, flats e apart-hotéis ou shopping centers.

As coberturas básicas (obrigatórias) são para os riscos de incêndio, queda de raio e explosão, mas geralmente é contratado um seguro multirrisco que, além das coberturas obrigatórias, envolve garantias contra danos elétricos, vendaval, impacto de veículos e responsabilidade civil. O custo é baixo, com pagamento parcelado e diluído entre os condôminos, de acordo com a fração ideal correspondente.

Quais são as coberturas necessárias para o condomínio? Desde julho de 2011, o seguro obrigatório de condomínio é oferecido em duas modalidades de coberturas básicas: simples e ampla, que poderão ser complementadas com garantias adicionais. A inclusão de mais opções para os condomínios segue critérios determinados pela Resolução nº 218, de 06 de dezembro de 2010, do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP).

Veja as diferenças entre os dois tipos de seguro de condomínio obrigatório:

  • Cobertura Básica Simples: contra riscos de incêndio, queda de raio dentro do terreno onde está localizado o imóvel segurado e explosão de qualquer natureza. Caso o condomínio esteja sujeito a outros riscos, deverão ser contratadas coberturas adicionais específicas.
  • Cobertura Básica Ampla: contra riscos que quaisquer eventos que possam causar danos materiais ao imóvel segurado, exceto os expressamente excluídos.

As seguradoras adaptaram seus produtos às exigências do CNSP, sendo que algumas oferecem um seguro multirrisco que, além dos riscos previstos nas coberturas básicas, acrescenta outras garantias de interesse do condomínio. O custo é baixo, com pagamento parcelado e diluído entre os condôminos, de acordo com a fração ideal correspondente. Em caso de sinistro, os procedimentos para indenização variam muito, de acordo com a cobertura que garante o prejuízo. Dependendo das garantias contratadas e dos valores de franquia determinados na apólice, será preciso fornecer documentos que comprovem os prejuízos. Você encontra em Tudo Sobre Seguros os procedimentos para a contratação do seguro condomínio, os cuidados na avaliação do prédio e a escolha das garantias necessárias.